Prosecco - Parte I

O Prosecco é um vinho espumante italiano muito consumido em todo o mundo. Apesar da popularidade, é normal haver algumas dúvidas a respeito de suas particularidades de produção.
Resolvi começar a série de postagens sobre o Prosecco respondendo a algumas perguntas feitas sobre este espumante.
Vamos lá!

Qual é a uva utilizada na produção do Prosecco?

A uva base para a produção deste espumante se chama Prosecco e é amplamente encontrada na Região do Veneto, na Itália.



Qual é o método de vinificação do Prosecco?

Para produzir este espumante utiliza-se um método chamado Charmat que consiste em duas vinificações. Na primeira, a uva é fermentada normalmente para produzir um vinho branco seco. Depois, são adicionados ao vinho açúcar e levedos, e esta mistura é submetida a uma segunda fermentação numa autoclave, equipamento hermeticamente fechado. Os levedos se alimentam do açúcar existente e geram, como subprodutos, álcool e CO2. Como o equipamento é vedado, o gás fica preso, formando a espuma do vinho.



Este processo pode levar de três a seis meses e o Prosecco estará pronto para a comercialização!

Qual é a diferença entre Prosecco e Champagne?

São muitas as diferenças entre estes espumantes.

O Prosecco é produzido com Uva Prosecco e o Champagne usa, geralmente, Uvas Chardonnay e Pinot Noir.

A segunda fermentação do Prosecco acontece em grandes autoclaves e dura entre três e seis meses, enquanto a do Champagne é feita na garrafa e leva, geralmente, mais de dois anos.

O Prosecco deve ser consumido muito jovem, de preferência até um ano depois de engarrafado. O Champagne tem uma vida mais longa, geralmente de cinco anos, mas algumas safras especiais, se conservadas corretamente, podem ser consumidas sem problema após 20 ou 30 anos.

Outra diferença muito importante é a terminologia: só se pode chamar de Champagne os vinhos espumantes produzidos conforme a especificação dentro da região que leva este mesmo nome na França.



Autora: Adriana Grasso
Contato: adriana.grasso@uol.com.br

1 comentários:

  1. eduardo disse...

    Oi Adriana,

    Você teria algum Prosecco bom para indicar e com bom custo/benefício ?
    Quando você falou em consumir com menos de 1 ano, como saber quando o ano não vier informado no rótulo como é costume de alguns Proseccos/espumantes ?

    Obrigado,
    Eduardo  


 

Vinhos Italianos por Adriana Grasso