Para comemorar 60 anos de casamento, Franco Biondi Santi abriu para degustação, no mês passado, uma das 6 garrafas ainda existentes de Brunello Riserva 1891.



Segundo os convidados, depois de mais de um século, o vinho ainda estava vivo, vibrante e sem traços de oxidação. A cor era cereja bem fechada, o aroma apresentava notas de mel e castanhas e o sabor mostrava ainda alguma acidez. A persistência do vinho na boca (retro-gosto) foi longuíssima.

Sorte de quem teve o prazer de degustar esta maravilha produzida na Tenuta Il Greppo na cidade de Montalcino, na Toscana.

Em 1888 a Tenutta Il Greppo era administrada por Ferruccio Biondi Santi, enologo e avó de Franco. Ele foi responsável pela criação do Brunello, da maneira como conhecemos hoje, tanto que os vinhos da cantina Greppo são considerados universalmente o arquétipo do Brunello.

A cantina utiliza cortiça de altíssima qualidade para fechar seus vinhos, mas mesmo assim, o Brunello Riserva 1891 degustado teve sua rolha trocada em três ocasiões: 1927, 1970 e 1985. Não sei como este processo é chamado em português. Na Itália ele é conhecido como Ricolmatura, um ritual cheio de charme feito e acompanhado por especialistas, para trocar a rolha antes que ela cause problemas ao vinho, mas sem comprometer a qualidade do mesmo.

Guardado na cantina da Tenuta Il Greppo existem outras preciosidades, como o Brunello di Montalcino Riserva 1888, 1891, 1925 e 1945.

Links
Tenula Il Greppo: http://www.biondisanti.it/

Autora: Adriana Grasso
Contato: adriana.grasso@uol.com.br

1 comentários:

  1. ROBERTO MARINO disse...

    estive lá este ano, cantina maravilhosa.Este ritual da ricolmatura é levado muito á sério por eles .Se o vinho após ser analisado pelos enólogos apresentar carater de deterioração, recebe uma outra rolha sem denominação da biondi santi, e é corrigido com outro brunello e devolvido ao dono sem certificado.

    abraço  


 

Vinhos Italianos por Adriana Grasso